Acesso à Terra através da disponibilização de terras

O que é?
A Bolsa Nacional de Terras mais conhecida por “Bolsa de Terras” é um instrumento criado pela Lei nº 62/2012, de 10 de Dezembro. A entidade gestora da Bolsa de terras é o Ministério da Agricultura, através da Direcção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR). A Bolsa de Terras tem como objetivo facilitar o acesso à terra através da disponibilização de terras, designadamente quando as mesmas não sejam utilizadas, através de uma melhor identificação e promoção da sua oferta.
Quais as vantagens?

Oportunidade para os proprietários obterem rendimento adicional através do arrendamento, venda ou outro tipo de cedência das terras com aptidão agrícola, florestal e silvopastoril;

Permite aos proprietários cumprirem, sem qualquer custo financeiro, a obrigação de limpeza de terrenos (previsto no nº 2 do artigo 15º do Decreto-Lei nº 124/2006, de 28 de Junho alterado pelo Decreto-Lei nº 17/2009, de 14 de Janeiro);

Prevenção de fogos;

Evitar o abandono das áreas rurais e da agricultura;

Oportunidade para quem quer ser produtor agrícola.

Pretende colocar os seus terrenos na Bolsa de Terras?
Os interessados podem contactar a ADRITEM – uma das entidades autorizadas a praticar atos de gestão operacional da bolsa de terras – através do telefone 256 878 230 e/ou endereço eletrónico: bolsadeterras@adritem.pt.
Gostaria de usufruir de um terreno?
Veja a oferta disponível em www.bolsanacionaldeterras.pt (acesso livre e sem registo). A bolsa de terras disponibiliza ainda terrenos baldios, nos termos previstos na Lei.
Mais informações
Bolsa de Terras (www.bolsanacionaldeterras.pt).